Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Mulheres e jovens sofrem mais com desemprego

Mulheres e jovens sofrem mais com desemprego
27/01/2009 15:23 -


     

         

         

As mulheres e os jovens são os mais prejudicados quando o assunto é desemprego na América Latina. É o que mostra o Panorama Laboral 2009, divulgado hoje (27) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). Segundo o estudo, o nível de desocupação entre os jovens das áreas urbanas dessa região é 2,2 vezes maior que a média geral de desemprego, que foi de 7,5% em 2008. Entre as mulheres, o número de desempregadas é 1,6 vez maior que entre os homens.

No caso dos empregos informais, aqueles cujo assalariado trabalha em uma empresa, mas não tem acesso a seguro social e outros benefícios, a incidência entre as mulheres era de 60,2% em 2007, contra 57,4% entre os homens. Já os empregos em setor informal, aqueles cujo trabalhador é autônomo e não tem acesso aos benefícios sociais, a maior incidência é entre os homens, com 41,6%, já entre as mulheres o percentual é de 39,6%.

        Com informações da Agência Brasil

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!