Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Mulher vítima de espancamento e estupro morre na Santa Casa

Mulher vítima de espancamento e estupro morre na Santa Casa
23/03/2010 08:48 -


A Polícia Civil investiga o estupro de L.F.S.R.M., de 45 anos, que morreu na noite de domingo, na Santa Casa de Campo Grande. A mulher teria contado ao filho que fora vítima de violência física e sexual minutos antes de falecer. Conforme relatos de R.F.S., 29 anos, filho da vítima, contidos no boletim de ocorrência, L.F.S.R.M. era alcoólatra e tinha um companheiro, também viciado em bebidas alcoólicas, identificado apenas como Pedro. A mãe do rapaz morava em uma casa localizada na Rua Cochilhas, no Jardim Corcovado, região da saída para Sidrolândia, em Campo Grande. De acordo com R.F.S., no sábado (20), uma vizinha de sua mãe ligou para ele informando que L.F.S.R.M. estava muito machucada e tinha sido levada por moradores ao posto de saúde do Bairro Coophavilla II. No mesmo dia, às 15h20min, a vítima foi transferida, em estado grave, para o pronto-socorro da Santa Casa. A mulher não resistiu aos ferimentos e, às 22h25min de domingo, morreu no hospital. De acordo com o filho, pouco antes de ir a óbito, a mãe teria contado a ele que o companheiro a espancou e estuprou. O corpo de L.F.S.R.M. foi encaminhado ao Instituto de Medicina e Odontologia-Legal (Imol), para exame necroscópico. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), mas será investigado pela equipe da 6ª Delegacia de Polícia (DP) da Capital.

Felpuda


Certa pré-candidatura à Prefeitura de Campo Grande nasceu com grandes brechas que certamente serão usadas pelos adversários no período da campanha eleitoral, segundo voz corrente nos bastidores políticos. Uma delas: como o postulante vai dizer que fará boa administração se no período em que administrou conhecida instituição passou boa parte do tempo reclamando de crise financeira e ameaçando fechar as portas?