Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Mulher que teve perna paralisada volta a andar

Mulher que teve perna paralisada volta a andar
10/08/2008 14:15 -


     

A dona-de-casa Tatiana Negreiros da Cruz, 22 anos, recuperou o movimento das pernas. Ela continua internada no Hospital das Clínicas e a hipótese de erro na aplicação do anticoncepcional injetável que ela tomou na Unidade Básica de Saúde (UBS) São Miguel, em Marília, interior de São Paulo, foi descartada. O estado neurológico da paciente é bom e ela foi encaminhada para a equipe de psiquiatria.

Tatiana tomou a injeção de anticoncepcional no dia 27 de julho, e na manhã seguinte não pôde levantar da cama. O marido, Samuel Joaquim da Cruz, chegou a fazer testes de sensibilidade na sola dos dois pés da mulher, que afirmou ter perdido a sensibilidade. Ela foi atendida no Hospital das Clínicas da cidade, recebeu uma medicação e retornou para casa, mas os movimentos não voltaram. O casal havia registrado um Boletim de Ocorrência contra a UBS.

 

Com informações do Terra

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?