Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 16 de outubro de 2018

Mulher que roubou bebê está no presídio

9 SET 2010Por 21h:29
Vânya santos

Já está no Presídio Feminino Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande, a dona de casa Regina Célia Gomes, de 40 anos. Ela é acusada de simular uma gravidez para o marido e acabou sendo presa em flagrante, depois de roubar Keila Vitória Alves Canavi, de apenas um dia de vida, da maternidade do Hospital Universitário. O roubo do bebê, que durou cerca de seis horas, aconteceu na tarde de segunda-feira.
Regina Célia foi presa no dia do crime, próxima ao Posto de Saúde das Moreninhas e desde então, estava numa cela da 6ª Delegacia de Polícia. Sua transferência ocorreu por volta das 9h de ontem, e foi feita por policiais da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac).
A vontade de dar um filho ao marido, com quem era casada há três anos, fez com que Regina Célia simulasse uma gestação. Ela garantiu que entrou e saiu pela porta da frente do hospital. A mulher foi até a maternidade e aproveitou para roubar a menina enquanto a mãe, Laudinéia Alves, 25 anos, dormia. A família da criança pensa em pedir indenização pelo episódio.

Providências
A direção do Hospital Universitário informou que solicitou a presença de mais uma pessoa para reforçar a segurança da maternidade. Nos próximos dias uma sindicância será instaurada e os profissionais que estavam de plantão no dia do sequestro serão convocados para prestar depoimento. Os trabalhos podem ser concluídos em até 60 dias. Segundo o diretor José Carlos Dorsa Pontes, este é o segundo caso de rapto de recém-nascido no Hospital Universitário em 30 anos.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também