Mulher que derrubou o papa é levado para o hospital

Mulher que derrubou o papa é levado para o hospital
25/12/2009 08:52 -


     

        Susanna Maiolo, 25 anos, que derrubou o papa Bento XVI durante a Missa do Galo, realizada na noite de quinta-feira, foi levada para o hospital, segundo o porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, informou nesta sexta.

        Ela foi contida ao pular as barreiras de proteção e estava sob a custódia da polícia local. Ela derrubou o papa Bento XVI enquanto ele caminhava em direção ao altar da Basílica de São Pedro para iniciar a missa.

        O reverendo Ciro Benedettini disse que Bento XVI rapidamente se levantou e não ficou ferido. O Papa, 82 anos, calmamente continuou a caminhada e começou a missa.

        O porta-voz do Vaticano descreveu Sussanna como "aparentemente desequilibrada". Ele afirmou que o ataque não foi perigoso porque a mulher não estava armada. O Vaticano informou ainda que ela também teria tentado atacá-lo em 2008.

        Com informações da AFP

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".