MAIS CASOS

Mulher que deixou filha em lixo é suspeita de ter abandonado 3 crianças

Mulher que deixou filha em lixo é suspeita de ter abandonado 3 crianças
26/04/2011 07:21 - G1


A mulher suspeita de ter deixado a filha recém-nascida em uma caçamba em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na semana passada, abandonou outros três filhos, segundo a prefeitura do município. Além dos seis declarados, a mulher deu à luz um casal de gêmeos, que tem pouco mais de 1 ano de vida, e também é mãe de uma adolescente de 15 anos, que foi posta para adoção logo após o nascimento.


Uma ex-patroa da suspeita, que não quis ter o nome divulgado, afirmou que a mulher, que trabalhava na sua casa, escondeu de todos a gravidez da filha adolescente. De acordo com a prefeitura, o casal de gêmeos nasceu em março do ano passado, mas o paradeiro dessas crianças ainda é desconhecido.

Na segunda-feira (25), a polícia começou a ouvir as testemunhas do caso. Duas pessoas foram intimadas para depor: a dona da clínica de repouso onde a suspeita trabalhava e o suposto pai da criança, que é vigia da clínica. Por enquanto, apenas a proprietária compareceu à delegacia. Ela alegou não saber da gravidez da funcionária. Um exame de DNA deverá ser feito com o homem para comprovar a paternidade.


A suspeita está presa na Cadeia Feminina de Santos e foi indiciada por tentativa de homicídio e abandono de incapaz. A criança, batizada pelos médicos de Vitória, segue internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".