Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Mulher mordida por cão de estimação morre após recusar tratamento

10 AGO 2012Por G117h:01

Uma mulher morreu no Reino Unido após ser mordida por seu cachorro e se recusar a ir a um médico por medo de que o cão fosse sacrificado. O ferimento na mão ficou infeccionado e a mulher morreu dois dias depois com septicemia, segundo o jornal britânico “Daily Mail”.

Lesley Anne Banks, de 51 anos, foi mordida por seu rottweiler de 10 anos quando tentava colocá-lo no porta-malas de seu carro. O animal já havia salvado sua dona anteriormente – em 2009, o cão acordou Lesley durante um incêndio, o que permitiu que os dois escapassem.
Com medo de que o cão fosse sacrificado se ela reportasse o ataque, a mulher resolveu tratar o ferimento por conta própria.

Entretanto, o machucado se infeccionou, e Lesley passou a ter diarreia e vômito. Uma amiga chegou a chamar uma ambulância, mas a infecção já estava muito avançada. Ela morreu dois dias depois da mordida.

Lesley já havia sido mordia por seu cão anteriormente, mas nunca havia ficado doente. Ela não era casada e não tinha filhos. Após a morte de sua dona, o animal foi sacrificado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também