Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mulher é presa acusada de integrar quadrilha que roubou transportadora

16 DEZ 09 - 11h:00
     

        A Polícia Civil prendeu Ágata Suzana Brasil de Almeida, de 19 anos, suspeita de envolvimento no furto de R$ 27.776.572,92 da transportadora de valores Transnacional, no Jaguara, zona oeste de São Paulo, no último dia 6. Com ela, sobe para sete o número de presos acusados de participação no crime. Ágata foi presa na noite de sábado em Jandira, na Grande São Paulo. Ela trabalhou durante quatro meses como empregada doméstica na casa de número 190 da Rua José Mascaro, de onde partiu o túnel de 150 metros em direção à Transnacional. A garota disse à Polícia Civil que ganhava R$ 400 por semana e tinha conhecimento do plano da quadrilha. Afirmou ainda ter conhecido duas pessoas na residência. Segundo Ágata, outra função dela era despistar a vizinhança e dar a impressão de que uma família normal vivia na casa.
        Com informações do Estadão

         

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ONU

Michelle Bachelet condena uso excessivo da força policial na Bolívia

Para alta comissária da ONU, situação pode degenerar-se no país
CRIME AMBIENTAL

Manchas de óleo aparecem no Delta do Parnaíba, litoral do Piauí

Homens da Marinha foram deslocados para a região
ACUSADO DE CORRUPÇÃO

Em Praga, tchecos fazem manifestação contra primeiro-ministro

Política enfrenta uma série de acusações de corrupção e um inquérito
POR MEDO

Estudantes japoneses deixam universidade em Hong Kong

Universidade cancelou todas as aulas a duas semanas do fim do semestre

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião