Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Mulher disse à polícia que prendia mãe porque precisava trabalhar

Mulher disse à polícia que prendia mãe porque precisava trabalhar
01/04/2009 17:23 -


     

         

         

A mulher de 26 anos que foi presa ontem (31) por amarrar a mãe e deixá-la em cárcere privado, em Dourados, disse à Polícia Civil que agia desta maneira porque não tinha outra opção.  Andréia Garcia Simões afirmou que precisava trabalhar e não tinha com quem deixar a idosa, que tem Mal de Alzheimer.

De acordo com a Polícia Civil, Andréia falou que nenhum dos dois irmãos a ajudavam a cuidar da aposentada Landa Ramona Garcia dos Santos, 60 anos. A mulher, que é funcionária pública municipal, continua presa e a mãe ainda está internada. Segundo a Polícia, Landa Ramona deve ser encaminhada para um asilo.

         

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.