Segunda, 11 de Dezembro de 2017

Mulher de homem que pulou de prédio permanece internada na UTI

18 FEV 2014Por Folhapress20h:00

A química Célia Regina Pesqueiro, 49, mulher do homem que pulou do prédio em que morava, em Osasco, na Grande São Paulo, na noite de ontem, permanece internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal Antônio Giglio. Ela teve uma fratura na face ao ser agredida pelo marido.

As investigações apontam que, após a briga do casal, Edemir de Mattos, 52, pegou o filho do casal, Ivan Pesquero de Mattos, 6, no colo, e se jogou do 13º andar. Os dois morreram na hora.

O enterro da criança deve acontecer amanhã no cemitério Memorial Park Alphacampus, em Jandira, na Grande São Paulo.

Segundo vizinhos, Mattos tinha um histórico de agressividade contra a mulher. Os dois eram casados havia sete anos e as brigas eram frequentes, segundo conhecidos do casal. Moradores do local afirmaram que tentaram entrar no apartamento e convencer Mattos a não pular, mas não adiantou.

De acordo com o relato de Célia à polícia, durante a briga ele dizia que ia sumir com a criança ou se mataria junto com ela. Mattos cortou a tela de proteção e começou a ameaçar pular com o menino -uma faca foi apreendida. A causa da briga entre o casal não foi revelada. 

Leia Também