Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mulher com Alzheimer vive um mês ao lado de marido morto

11 MAR 14 - 16h:10Terra

Policiais descobriram que uma mulher que sofre de Alzheimer vivia há um mês com o marido morto dentro de sua casa, na cidade de Decatur, Alabama, EUA. O corpo de Jesse Kirby, de 76 anos, foi encontrado na cama quando a polícia foi a sua casa para checar como ele e a esposa, Doris, estavam, segundo o jornal Huffington Post.

A mulher, de 78 anos, não teria percebido que o marido havia morrido de causas naturais há quatro semanas enquanto dormia. Segundo o médico legista Jeff Chunn, a porta do quarto de Jesse Kirby estava fechada quando ele morreu, e a sua esposa continuou vivendo nas outras partes da casa, sem se dar conta do ocorrido.

A polícia avistou o corpo do homem através de uma janela depois de ir a casa de Kirby a pedido de um parente que havia tentado entrar em contato com o casal e não havia conseguido. Dois cachorros que aparentemente morreram de inanição também foram encontrados no cômodo.

De acordo com Dean Hayes, uma dos vizinhas do casal, ninguém havia notado que havia algo de errado na casa. Segundo ela, os Kirby eram bons vizinhos mas raramente saíam de casa. “Eu a vi no carro e depois indo até a caixa do correio, então pensei que estava tudo bem”, contou Hayes, que diz ter visto a esposa de Jesse Kiby pela última vez há duas semanas

Doris Kirby foi hospitalizada depois da descoberta.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Fortaleza critica Palmeiras e suspende venda de ingressos
BRASILEIRÃO

Fortaleza critica Palmeiras e suspende venda de ingressos

Confira o seu astral para esta sexta-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta sexta-feira

CONVIDADO PARA PALESTRAR

Bretas barra viagem de Temer a Oxford

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta sexta-feira: "Normas para todos"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião