Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

fronteira

Mulher assume autoria de assassinato

2 NOV 2010Por EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ04h:55

 A dona de casa Mercedes Castro confessou a autoria do assassinato de uma jovem usuária de drogas, crime esse ocorrido em Ponta Porã. Ela matou durante uma discussão que envolvia, segundo consta, seu marido e a vítima.

 

O assassinato aconteceu no mês de fevereiro passado e somente agora ela se apresentou no 1º Distrito Policial para prestar esclarecimentos.

Conforme a Polícia Civil, Mercedes disse que matou a jovem Kariely, que seria uma usuária de crack e constantemente era vista na linha divisória de Ponta Porã com Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A vítima vinha fazendo tratamento para se livrar das drogas, conforme informações de familiares.

Na madrugada do dia 6 de fevereiro, Mercedes conta que saiu para buscar seu marido, que estaria na linha internacional, e que o mesmo também seria usuário de drogas. Quando chegou ao local, deparou-se com uma discussão envolvendo o marido e a jovem, que disputavam uma bicicleta. A autora conta que tentou acabar com o problema, mas que Kariely a puxou e rasgou a sua blusa. Como estava armada com uma faca, sacou e desferiu os golpes que mataram a vítima no próprio local. Mercedes fugiu para o lado paraguaio da fronteira e agora, no final de semana, decidiu se apresentar.

Leia Também