Muita luz durante a noite pode causar depressão, diz estudo

Muita luz durante a noite pode causar depressão, diz estudo
27/07/2012 04:00 - terra


Dormir em um quarto com muita luz pode causar depressão. Mesmo apenas o brilho da televisão ligada enquanto você dorme pode ser suficiente para desencadear o efeito. Falta de escuridão durante as horas de sono pode causar alterações no cérebro, de acordo com estudos realizados em animais. As informações são do Daily Mail.

Hamsters utilizados nos estudos foram expostas a luz fraca durante a noite por quatro semanas. A quantidade de iluminação foi equivalente a ter uma TV em um quarto escurecido.

Testes comportamentais mostraram que os hamsters expostos à luz durante a noite não tinham  energia e motivação. Eles apresentaram sintomas depressivos, como ter menos interesse em água açucarada, que normalmente gostam. Em duas semanas eles voltaram ao ciclo claro de dia e escuro a noite e tiveram uma recuperação completa.

Os resultados, publicados na revista científica Molecular Psychiatry, apontam para uma ligação com as crescentes taxas de depressão em seres humanos ao longo dos últimos 50 anos.

"Os resultados que encontramos em hamsters são consistentes com o que sabemos sobre a depressão em seres humanos", disse o neurocientista Tracy Bedrosian, da Ohio State University, nos Estados Unidos.

Ela acrescentou: "a boa notícia é que as pessoas que ficam até tarde na frente da televisão e do computador podem conseguir desfazer alguns dos efeitos nocivos minimizando sua exposição à luz artificial durante a noite."

Estudos anteriores demonstraram uma forte associação entre inflamação crônica e a depressão.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".