Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INVALIDEZ E ASSESSORIA

Mudança permitirá acúmulo de aposentadoria

12 JAN 14 - 16h:45agência senado

Servidor público civil aposentado por invalidez poderá ser autorizado a exercer assessoria intelectual remunerada, desde que a atividade seja compatível com a incapacidade que o levou à aposentadoria. A inclusão de permissão expressa nesse sentido no Regime Jurídico Único dos servidores civis da União (Lei 8.112/1990) é proposta no PLS 273/2008, pronto para ser votado, em decisão terminativa, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Apesar de o RJU não proibir expressamente o acúmulo da aposentadoria por invalidez com a assessoria intelectual remunerada, o autor do projeto – o falecido senador Romeu Tuma – alertava para o risco de o servidor civil nessas condições sofrer ação de improbidade administrativa sob o argumento da quebra do princípio da moralidade.

“O preconceito ao servidor público aposentado por invalidez torna-se mais nítido e evidente quando se compara com o servidor aposentado por qualquer outro motivo”, ressaltou Tuma.

O autor do PLS 273/2008 observava ainda que, no caso de a aposentadoria por invalidez ocorrer no início da vida produtiva do servidor, o fato geraria impactos negativos sobre o seu nível de remuneração e, consequentemente, comprometeria sua qualidade de vida.

A iniciativa recebeu o aval do relator, senador Eduardo Amorim (PSC-SE).

“Deve-se louvar o mérito do projeto ao propor a remoção do entrave imposto ao aposentado por invalidez que o proíbe de continuar a exercer atividade no serviço público federal, quando a sua capacidade intelectual não tiver sido afetada pela doença que motivou a sua aposentadoria compulsória”, considerou Amorim.

Caso não haja recurso para votação pelo Plenário do Senado, o projeto seguirá direto para a Câmara dos Deputados após passar pela CCJ.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Operação da Polícia Civil já prendeu mais de 30 pessoas em MS
AÇÃO

Operação da Polícia Civil já prendeu mais de 30 pessoas em MS

Agente penitenciário é executado quando ia para o trabalho
NA FRONTEIRA

Agente penitenciário é executado quando ia para o trabalho

Enquanto bairros estão sem iluminação pública, postes de praça ficam acesos 24h
UNS COM TANTOS, OUTROS SEM NADA

Bairro não tem luz, mas postes de praça ficam acesos 24h

ECONOMIA

ANTT atualiza tabela do frete após aumento do preço do diesel

Mais Lidas