Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MST ocupa ferrovia, usina e pedágios em pontos diversos do País

MST ocupa ferrovia, usina e pedágios em pontos diversos do País
17/04/2008 10:03 -


     

Cerca de 800 pessoas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores na Mineração (MTM) e ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam, nesta manhã, a Ferrovia de Carajás, em Parauapebas (PA), uma usina na região de Canindé de São Francisco, em Sergipe e pelo menos quatro praças de pedágio no Paraná.

A ocupação na Ferrovia, segundo o grupo, é para marcar os 12 anos do massacre de Eldorado dos Carajás, quando 19 trabalhadores rurais morreram em um confronto com a polícia. Os manifestantes também pedem agilidade na reforma agrária e melhores condições para os garimpeiros, entre outros itens.

No movimento na usina eles cobram do governo a agilidade das obras em um assentamento e também rapidez na reforma agrária. No Paraná, os organizados do protesto dizem que estão reclamando dos latifúndios e da violência no campo.

 

Com informações do site G1

Felpuda


Vêm aumentando que só os disparos de segmentos diversos contra cabecinha coroada que, até então, acreditava voar em céu de brigadeiro. O novo coronavírus chegou, ganhou espaço, continua avançando e atualmente tem sido o melhor cabo eleitoral dos adversários. A continuar assim, sem ações mais eficazes, o estrago político poderá ser grande. Observadores mais atentos têm dito que o momento não é de viver o conto da “Bela Adormecida”. Só!