Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Altos custos

MS vai deixando de ser “Estado da pecuária”

30 JUL 12 - 00h:00VINÍCIUS SQUINELO

Alto custo dos insumos, terra cara e valor de venda abaixo do esperado. Essa é a situação mostrada por quem trabalha na pecuária hoje em Mato Grosso do Sul. Alegando prejuízos, os criadores começam a migrar para outros Estados, como Goiás e Acre.

Segundo estimativas dos criadores, o custo de produção de um animal hoje - o que inclui principalmente grãos, funcionários e sal - gira em torno de R$ 93 a arroba, enquanto o preço de venda está em R$ 83 pela mesma arroba, levando em conta a praça de Campo Grande.
O déficit entre custo de produção e preço de venda, em torno 12%, está inviabilizando o negócio no Estado.

“Não estamos aguentando mais, a corda está arrebentando pro nosso lado. Estamos trabalhando mês após mês no vermelho, muitos já estão desistindo da pecuária ou indo para outros Estados”, lamentou Francisco Maia, presidente da Associação dos Criadores de MS (Acrissul).

Leia mais no jornal Correio do Estado

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial deste sábado/domingo: "Revitalizar por completo"

ARTIGO

Venildo Trevisan: "Perseverança"

Frei
OPINIÃO

Eduardo Iwamoto: "Revisão do Tratado de Itaipu, riscos e possibilidades"

Advogado
Nova visão do futuro: Toyota Mirai
CORREIO VEÍCULOS

Nova visão do futuro: Toyota Mirai

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião