Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MS vacinou apenas 64,17% da população contra rubéola

MS vacinou apenas 64,17% da população contra rubéola
04/09/2008 18:30 -


     

 


        

O Mato grosso do Sul imunizou, até esta quinta-feira (4), 64,17% da população alvo da campanha nacional contra a rubéola. Faltando apenas oito dias para o fim da campanha, o estado ainda está com o percentual abaixo da média nacional, que é de 64,75%. A meta da campanha no Estado é imunizar 100% das pessoas entre 20 e 39 anos de idade.

As características mais marcantes da rubéola são as manchas vermelhas que aparecem primeiro na face e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo inteiro. O contágio ocorre comumente pelas vias respiratórias com a aspiração de gotículas de saliva ou secreção nasal. A rubéola congênita, ou seja, transmitida da mãe para o feto, é a forma mais grave da doença, porque pode provocar malformações. Quando a doença acomete crianças, as principais conseqüências para a saúde do paciente são cegueira, surdez e retardo mental. Mulheres que não tiveram rubéola devem ser vacinadas antes de engravidar.

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!