Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CANA-DE-AÇÚCAR

MS sedia hoje abertura nacional da safra

MS sedia hoje abertura nacional da safra
14/04/2011 00:01 - DA REDAÇÃO


Com estimativa de colher 40,8 milhões de toneladas de cana, as usinas de Mato Grosso do Sul iniciam hoje a colheita oficial da produção. Esta é a primeira vez que MS sedia a abertura da safra nacional de cana-de-açúcar 2011/12. O evento acontece todos os anos e em 2011 Mato Grosso do Sul foi escolhido como anfitrião. A celebração, que conta com a presença da Associação dos Produtores de Bioenergia de MS (Biosul) e do governados André Puccinelli, será realizada na Unidade Santa Luzia da ETH Bioenergia, em Nova Alvorada do Sul.

Mato Grosso do Sul é o Estado que mais cresce em produção de cana e assim deve continuar. Para a safra 2011/2012 a previsão é que sejam moídas pouco mais de 40 milhões de toneladas de cana. Desse total, 68% devem ser destinados à produção de etanol e 32% para o açúcar. A expectativa de aumento para a próxima safra representa 21,72% em relação a 2010/2011. Esse valor deve se traduzir em 2,174 milhões de litros de etanol e 1,836 milhão de toneladas de açúcar.

Depois de dobrar de tamanho em menos de uma década gerando 850 mil empregos no Brasil, o setor de bioenergia inicia a safra 2011/12 sob a luz dos benefícios das consolidações e investimentos ocorridos nos últimos anos e com o desafio de atender o crescimento da demanda no curto, médio e longo prazo.

O evento é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Fórum Nacional Sucroenergético, Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), Unica (União da Indústria da Cana de Açúcar) e ETH Bioenergia e conta com a presença das principais lideranças do setor.

Felpuda


O desgaste de antigas lideranças nacionais, com reflexo em nível local, é a maior preocupação dos dirigentes de partidos para as eleições deste ano, que terá reflexo em 2022. Em épocas passadas, essas figurinhas cruzavam os céus do País para visitarem os municípios e pedirem que a população votasse em seus ungidos. Agora, com pendências judiciais e poder enfraquecido, dificilmente seriam convidadas. A pandemia, que resultou no isolamento social, foi a pá de cal.