MS perde R$ 200 mil por dia com a crise boliviana

MS perde R$ 200 mil por dia com a crise boliviana
11/09/2008 23:05 -


     

        Da redação

        O ICMS relativo ao transporte e ao gás proveniente da Bolívia garante em torno de R$ 60 milhões por mês os cofres dos governos estadual e das prefeituras de MS. Com a redução de 10% no fornecimento, resultado de uma explosão de um duto durante os protestos no país vizinho que já deixaram ao menos oito mortos, a importação brasileira de gás caiu de 31 para 28 milhões de metros cúbicos por dia, o que significa perda de R$ 200 mil em impostos diários para o Estado, ou cerca de R$ 6 milhões por mês. Ontem pela manhã, 50% do forneceimento chegou a ser interrompido, o que levou a MSGás a suspender o fornecimento para os postos da Capital.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".