Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

EXPOARTESANÍAS

MS leva seu artesanato até Bogotá, na Colômbia

7 DEZ 2010Por Da Redação03h:00

Artesãos da região Centro-Oeste do Brasil participam da XX edição da Expoartesanías, que reúne este ano mais de 800 expositores na maior feira de artesanato da América Latina. O evento que começa hoje e vai até 20 de dezembro, em Bogotá, na Colômbia. Participam da feira, compradores de 14 diferentes países da América e Ásia.

A produção artesanal reúne, no pavilhão Internacional, peças de artesãos de Mato Grosso, de Mato Grosso do Sul, de Goiás e do Distrito Federal, que ficarão expostas para a comercialização e avaliação de aproximadamente 90 mil visitantes. Os produtos representam a diversidade e outros aspectos importantes, como matéria-prima e desenvolvimento cultural da região.

A participação na feira tem como objetivo, além da busca por conhecimento, a oportunidade de melhoria da comercialização das peças produzidas pelos grupos participantes. “Consultores das unidades do Sebrae da região Centro-Oeste vão fazer a análise das preferências, aceitação e preços dos produtos, para repassar as informações, aos artesãos, com foco no desenvolvimento da qualidade e aumento nas vendas”, conta a analista do Sebrae/MS, Ana Carla Madrid.

Selecionados por meio de critérios como design, técnica, imagem e exibição dos produtos, Mato Grosso do Sul vai ser representado por peças de grupos de artesãos e produtores individuais, produzidas a partir de matérias-primas, como couro de peixe, fibra de bananeira, madeira, entre outros. São eles: Amorpeixe, Arpeixe, Milagre da Fibra, Flor de Xaraés, Elizabeth Marques e Solange Cardeal.

Além da exposição do artesanato local, a feira é uma oportunidade para contatos futuros, com foco nos compradores estrangeiros que participam da Rodada de Negócios. “A expectativa é a ampliação de contatos para futuras negociações, por meio das visitações ao estande Internacional, onde esses prospectos compradores poderão conhecer melhor a qualidade e os atrativos do artesanato local”, complementa a analista do Sebrae/MS, Ana Carla Albuquerque.

Mato Grosso do Sul enviou ao evento, quase 500 peças, que ficarão expostas até o dia 20 de dezembro. A feira possibilita aos artesãos, levar o artesanato local ao conhecimento internacional, conta a artesã, Cláudia Castelão, que tem suas peças expostas pela segunda vez na Feira. “É uma oportunidade de ultrapassar fronteiras, adquirir conhecimento e propagar a cultura local”, finaliza a artesã.

Leia Também