domingo, 15 de julho de 2018

FINANCIAMENTO

MS Gás recorre ao FCO para construir 42 km de ramais

8 OUT 2010Por ADRIANA MOLINA e edivaldo bitencourt04h:33



A MS Gás recorreu ao Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) para obter empréstimo para ampliar a rede de distribuição de gás natural em Mato Grosso do Sul. Ontem, o órgão aprovou a concessão do financiamento de R$ 53,7 milhões para a construção de 42 quilômetros de ramais em Três Lagoas, que atenderá a nova empresa de papel e celulose no município.
O Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do FCO aprovou a concessão do financiamento para a empresa estadual, que ficou com 53% dos R$ 101,3 milhões aprovados ontem. O investimento viabilizará a implantação da Eldorado Celulose, em Três Lagoas, que destinará R$ 4,8 bilhões para a implantação da nova indústria. A previsão é de que o empreendimento entre em operação em 2012, com previsão de consumir 160 mil metros cúbicos de gás e gerar 8 mil empregos na fase de construção.
Atualmente, Três Lagoas conta com 44,5 quilômetros de dutos de distribuição do gás. Com o novo ramal para atender a Eldorado, a MS Gás ampliará em 134% a extensão de dutos no município. Além do Governo estadual, o grupo vai investir na construção de outros 18 mil metros de canais, segundo o presidente da estatal, Mathias Gonzales. No Estado, incluindo-se Campo Grande (78,1 km) e Corumbá (35,7 km), são 158,3 quilômetros de ramais.

Mais projetos
O investimento, junto com outros 11 projetos ligados ao setor rural, totaliza R$ 62,7 milhões liberados pelo fundo. No mesmo grupo foi autorizado ainda o financiamento da ampliação de produção de uma empresa de nutrição animal, em Campo Grande. Com R$ 1,3 milhão, ela pretende aumentar de 250 toneladas ao mês para 1,45 mil toneladas/mês.
Projetos para reforma de pastagens, correção de solo, aquisição e retenção de matrizes e aquisição de caminhões e equipamentos agrícolas também foram aprovados pelo FCO Rural.

Empresarial
No segmento empresarial, foi dado o aval a 13 cartas consultas. Serão destinados R$ 38,6 milhões a implantação, ampliação e modernização de empresas e lojas. Em destaque a ampliação de instalações de uma emissora de televisão, que também deverá adquirir equipamentos para transmissão digital, num montante de R$ 11,7 milhões.
No total, o FCO Rural e Empresarial deverá atender 16 municípios, conforme as 25 cartas-consulta aprovadas. Para todo o ano de 2010, o fundo dispõe de R$ 1,126 bilhão para aplicação em projetos de custeio e investimento.

Leia Também