Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MPF vai investigar desvio de patrocínios da Petrobrás

10 JUL 09 - 23h:29
     

        Brasília

         

Por solicitação formal do líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), o Ministério Público Federal deverá apurar o desvio de parte do dinheiro, R$ 1,3 milhão, de patrocínio da Petrobras à Fundação José Sarney. O líder tucano protocolou na Procuradoria Geral da República uma representação contra diretor da fundação, Raimundo Nonato Quintiliano Pereira Filho. O nome do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AM), presidente e fundador da entidade, não é citado na representação que, no entanto, pede a responsabilização de "outros possíveis envolvidos na apropriação de recursos públicos".

        Virgílio justificou a omissão do nome de Sarney na representação por uma orientação jurídica. Quintiliano é o gestor da fundação. "Os advogados acharam melhor não citar o presidente por uma questão jurídica. Mas se restar comprovada a participação de Sarney, ele será incluído, porque nós pedimos que o procurador-geral apure a materialidade e a autoria de todos os envolvidos em irregularidades", afirmou Virgílio.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASILEIRÃO

Regularizado, Nenê pode estrear na vaga de Ganso

clássico entre Flu e Vasco será sábado
REFORMA TRIBUTÁRIA

Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro

CASO DO TRIPLEX

PGR envia ao STJ parecer contra anulação da condenação de Lula

Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas
PESQUISA

Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas

Mais Lidas