Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PONTA PORÃ

MPF pede interdição de posto de combustível

16 JUL 12 - 16h:05Taryne Zottino

O Ministério Público Federal (MPF) está pedindo a interdição de um posto de combustível localizado no Assentamento Itamarati II, em Ponta Porã (MS). O posto, antes abandonado, foi cedido irregularmente pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), proprietário do local, à Associação dos Agricultores Familiares do Assentamento Itamarati (AAFI), que passou a alugar a área desde 2011.

Mesmo pertencendo ao Incra, o local foi alugado à AAFI, que foi escolhida sem processo licitatório e não possui licença ambiental. Na ação, o MPF pede à Justiça que a associação dos assentados e o empresário responsável pelo gerenciamento do posto deixem de explorar e exercer a revenda de combustíveis.

O Ministério Público quer ainda a nulidade dos contratos que transferiram a posse do bem público à Associação e ao empresário.

(Com informações do MPF)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro veta bagagem gratuita em voos domésticos, diz Planalto
FRANQUIA

Bolsonaro veta bagagem gratuita em voos domésticos, diz Planalto

Especialistas debatem sanidade na produção de suínos
SUINOCULTURA MS

Sanidade é tema de evento sobre produção de suínos

Drogas e bebidas matam três indígenas por semana
EM DOURADOS

Drogas e bebidas matam três indígenas por semana

Hackers devem ser presos, diz ministro do STF sobre invasão de celular
MENSAGENS VAZADAS

Hackers devem ser presos, diz ministro do STF sobre invasão de celular

Mais Lidas