Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MPF instaura inquérito para apurar denúncias de índios contra a Funai

25 NOV 09 - 16h:00
     

                O Ministério Público Federal (MPF) em Corumbá instaurou inquérito civil para acompanhar o atendimento às demandas e o respeito aos direitos da etnia guató, instalada na aldeia Uberaba. A Procuradoria da República em Corumbá recebeu relato de descaso e abandono da aldeia por parte da Fundação Nacional do Índio (Funai) e Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Em depoimento, indígenas afirmaram que, no mês de outubro, três crianças morreram. A comunidade afirma que a causa das mortes é a "ausência quase absoluta de médicos na aldeia", que tem cerca de cem crianças. Outra queixa é quanto à falta de salas de aula na escola da aldeia. Atualmente, duas classes funcionam nos corredores do prédio. Em 2010, caso o problema não seja resolvido, serão três classes na mesma condição. O MPF deu prazo de 15 dias para que a Funai se manifeste a respeito das mortes ocorridas em outubro. A prefeitura de Corumbá deverá esclarecer ainda qual a destinação que deu às verbas que o município recebeu da Funasa para "incentivo de atenção básica dos povos indígenas".

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Para enfraquecer Bolsonaro, PSL suspende cinco deputados
CRISE INTERNA

Para enfraquecer Bolsonaro, PSL suspende cinco deputados

Estado avança e chega ao 5º lugar <br>no ranking de competitividade
NACIONAL

MS avança e chega ao 5º lugar no ranking de competitividade

Confira ruas que serão interditadas no fim de semana
CAMPO GRANDE

Confira ruas que serão interditadas no fim de semana

IMPOSTOS DE RENDA

Receita Federal envia cartas a cerca de 330 mil contribuintes

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião