Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

MPF denuncia Saúde por falta de kits para hepatite

28 JUN 08 - 09h:19
     O Ministério Público Federal do Rio denunciou o Ministério da Saúde por expor a vida de pacientes de todo o País a perigo iminente. O motivo são os 11 meses em que os kits para o diagnóstico de hepatite B e C deixaram de ser entregues para os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e para os Laboratórios Centrais (Lacens) dos Estados.

        

        De junho de 2007 a maio deste ano, nenhum kit foi entregue pelo ministério. No começo deste mês, a situação começou a se normalizar com a volta do fornecimento. O resultado, estimam os especialistas, é que cerca de 500 mil pacientes deixaram de receber seus diagnósticos, positivos ou não. Com uma prevalência de 1% de casos positivos para hepatite B e 2% para a hepatite C, nos centros de triagem, até 15 mil pessoas podem estar doentes sem ter recebido a confirmação e começado a realizar o tratamento.

        Com informações do Estadão

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

POLÊMICA

Lei que cria gratificação para juízes e desembargadores é publicada

Medida aumentaria ganhos dos magistrados em 20%, o que dá quase R$ 8 mil
Acidente entre carro e caminhão mata homem de 39 anos na BR-163
RODOVIA

Acidente entre carro e caminhão mata homem de 39 anos na BR-163

MUDANÇAS

Publicada Reforma da Previdência de MS; novas regras valem em 90 dias

Casa de Leis aprovou ontem o texto da Emenda à Constituição Estadual
DECISÃO DO STF

Lei de MS que criou conta única para depósitos judiciais é inconstitucional

Justiça fica com juros que sobram após entregar dinheiro de indenizações e ressarcimentos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião