Quarta, 13 de Dezembro de 2017

NEGOCIATA

MPE poderá apurar suborno de vereadores por Alcides Bernal

3 JAN 2014Por DA REDAÇÃO00h:00

O Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul (MPE-MS) deve ser acionado pela oposição para investigar o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), por subornar e comprar vereadores para votar contra a cassação do seu mandato, conforme reportagem na edição desta sexta-feira (03) do jornal Correio do Estado. A compra de voto foi denunciada pelo vereador Airton Saraiva (DEM) antes do Natal. O prefeito estaria pagando com “carguinhos de segundo escalão” e outras vantagens para bancar a campanha daqueles com projetos eleitorais de concorrerem a deputado estadual.

Ontem, o presidente da Comissão Processante, vereador Edil Albuquerque (PMDB), reforçou as críticas a Bernal de usar “manobras escusas” para comprar apoio na Câmara Municipal. “A compra de voto é escancarada”, declarou. Edil disse que o prefeito deveria construir o “governo de coalizão” no início do seu mandato e não quando está para ser cassado. Para ele, isto é compra de apoio. A reportagem é de Adilson Trindade e Roberta Cáceres.

Leia Também