Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MPE pede condenação de Alckmin por propaganda antecipada em 2006

31 JUL 08 - 14h:40
     

 


        

O Ministério Público Eleitoral (MPE) recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar reverter a decisão que livrou Geraldo Alckmin (PSDB) de multa por propaganda antecipada, em sua campanha à presidência da República nas eleições de 2006. A representação contra Alckmin foi julgada improcedente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, que afastou a tese de propaganda eleitoral antecipada. O MPE acusa o então presidenciável e o Diretório Nacional do PSDB de desvirtuar a finalidade da propaganda partidária gratuita, veiculada nas rádios do estado em junho de 2006, com o intuito de influenciar o eleitor antes da data permitida.


        

Segundo o Ministério Público Eleitoral, ao deixar de aplicar multa ao partido e seu candidato o TRE de São Paulo contrariou o que determina o artigo 36 da Lei das Eleições (Lei 9.504/97). O dispositivo estabelece multa de R$ 21,2 mil a R$ 53,2 mil, no caso de veiculação de propaganda antes do dia 5 de julho do ano da eleição.


        

No entendimento do TRE, pelo teor das propagandas veiculadas, havia preocupação em discorrer sobre a competência do partido, bem como de membros da legenda com projeção nacional. ?O Brasil precisa baixar impostos. O PSDB de São Paulo já baixou imposto de mais de 200 produtos. O Brasil precisa investir em grandes obras para gerar empregos. O PSDB de São Paulo investe no metrô, estradas, 19 hospitais, calha Tietê, mais de 220 mil casas. (...) Geraldo Alckmin é PSDB, é trabalho que gera empregos, progresso e bem estar social?, dizia a propaganda veiculada por meio de inserções no rádio.


        

Com informações do Tribunal Superior Eleitoral.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Raquel Dodge apela a Toffoli contra suspensão de investigações com dados do Coaf

CONTAS ATIVAS E INATIVAS

'Todo ano vai ter', diz Guedes sobre liberação de saques do FGTS

OPERAÇÃO SPOOFING

PF detém quatro suspeitos de invadir telefone de Sergio Moro

Ônibus escolar que saiu de MS é apreendido com maconha no PR
QUASE UMA TONELADA

Ônibus escolar que saiu de MS é apreendido com maconha

Mais Lidas