Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DENÚNCIA

MPE investiga recapeamento
sem licitação

28 FEV 14 - 00h:00PATRÍCIA BELARMINO

O Ministério Público Estadual (MPE) está investigando o recapeamento da Avenida das Bandeiras, a única obra entregue até hoje pela administração de Alcides Bernal (PP). A investigação foi aberta a partir de uma denúncia do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM).

A denúncia diz, basicamente, que a prefeitura recapeou a avenida sem ter nenhum contrato com empresas para o fornecimento do Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), principal matéria-prima usada nesse serviço. Assinados na gestão de Nelson Trad Filho (PMDB), os contratos para fornecimento do material teriam sido cancelados pela atual administração.

Questionado pelo MPE, o secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, negou que os contratos de fornecimento de CBUQ haviam sido cancelados por Bernal. À 30ª Promotoria de Justiça, responsável pela investigação, Ferraz afirmou, ainda, que existem oito contratos em vigor para fornecimento do concreto betuminoso. “O município possui vários contratos de fornecimento de CBUQ que foram licitados na administração passada e estão em perfeito vigor nesta administração”, disse Ferraz.

Os contratos em vigor, todos assinados ainda por Trad Filho, seriam para manutenção de vias de vários bairros. A explicação da prefeitura é que, em razão das condições da Avenida das Bandeiras, seria melhor recapeá-la do que tapar buracos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TEMPO

Calor e baixa umidade continuam durante a semana

Máxima no Estado deve chegar a 43°C
Exposição resgata memórias do Pantanal
HISTÓRIA

Exposição resgata memórias do Pantanal

SAÚDE

Pouco invasiva, técnica brasileira inova ao usar 'prótese bovina' para coração

CIÊNCIA

Pesquisadores demonstram beneficios do lítio para idosos com Alzheimer

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião