sábado, 21 de julho de 2018

área pública

MPE investiga instalação de fábrica no Oliveira

17 DEZ 2010Por bruno grubertt03h:55

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu processo para investigar possível uso de área pública irregular para instalação de uma fábrica de móveis, no Bairro Oliveira I, em Campo Grande. Além disso, depois de reclamações de moradores, também será apurado o risco do funcionamento da indústria no local, rodeado por residências, à saúde dos moradores e do meio ambiente, por conta do barulho e do pó, gerado pelo processamento da madeira.

De acordo com moradores das ruas João Ribeiro Guimarães e Maria Luíza de Moraes, esquina onde está o terreno em que a empresa seria instalada, o terreno é da prefeitura e foi cedido à empresa. A preocupação deles, porém, diz respeito à poeira que o processo de fabricação dos móveis causaria, poderia prejudicá-los e até causar problemas de saúde. "Aqui em casa todo mundo é alérgico, então seria horrível", disse a professora Rejane Lima Fontes, de 29 anos, que mora em uma casa que fica em frente ao terreno com o marido e um filho de 4 anos. "Se tem uma área industrial, por que eles querem construir aqui, onde só tem casas?", questionou a professora.

De acordo com ela, foi o presidente da associação de moradores do bairro quem denunciou a construção da fábrica, que foi interrompida logo em seu início. Tanto é que, no terreno, há apenas postes de concreto e estacas de medição.

O MPE informou, ontem à tarde, que abriu processos de investigação preliminar (PIP) para apurar se a fábrica seria mesmo construída em área pública e se sua instalação ofereceria mesmo riscos de poluição sonora e atmosférica. Uma equipe ainda deve visitar o local para apurar as condições do terreno e da região. O MPE ainda afirmou que denúncias como essas são frequentes e que sempre são instaurados processos de investigação.

A empresa foi procurada para esclarecer o assunto, mas seus dirigentes, de acordo com funcionários, encontravam-se em viagem na tarde de ontem. Eles não poderiam atender o celular e uma resposta à reportagem seria possível somente nesta manhã.

 Serviço
Para denunciar casos de poluição em qualquer região do município diretamente ao Ministério Público, basta ligar para a ouvidoria do MPE, pelo telefone 3318-2832, ou acessar o site www.mp.ms.gov.br.

Leia Também