Terça, 20 de Fevereiro de 2018

CASO MAYANA

MP pede prisão preventiva de jovem acusado de racha

28 FEV 2011Por da redação16h:35

O Ministério Público Estadual (MPE) pediu a prisão preventiva do jovem Anderson de Souza Moreno. Ele era condutor do carro que atingiu a jovem Mayana de Almeida Duarte, 22 anos, morta durante acidente em junho de 2010 e foi flagrado na semana passada, dirigindo sem carteira de habilitação, em uma via de contra-mão. O pedido de prisão foi feito pelo promotor Douglas Oldegardo, responsável pela acusação.

Mayana morreu doze dias após o acidente ocorrido no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua José Antônio, em Campo Grande quando o veículo Vectra, conduzido por Anderson, bateu no Celta onde estava Mayana. Anderson é acusado de estar disputando racha com o Uno, guiado por Willian de Souza Ferreira.

O pedido feito pela promotoria será avaliado pelo juiz Aluizio Pereira dos Santos, responsável pelo caso, ainda durante a decisão de Anderso e Willian irão ou não ao júri popular. Nesta segunda-feira houve a última audiência antes da decisão.

Leia Também