MP deve recorrer á Justiça se TCE apresentar lista "tríplice" com apenas dois nomes de auditores

MP deve recorrer á Justiça se TCE apresentar lista "tríplice" com apenas dois nomes de auditores
16/02/2009 22:22 -


     

Lívia Ferreira

 

Procuradores do Ministério Público Especial (MPE) devem ir à Justiça se o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Cícero de Souza, enviar ao governador André Puccinelli (PMDB) lista contendo apenas os nomes do dois auditores daquela Corte. A decisão de como será composta a lista deveria sair em forma de resolução, a ser elaborada somente após reunião entre os membros do pleno do TCE, marcada para as 15h de amanhã. A reunião serviria justamente para baixar as instruções normativas que definiram como seria o processo de escolha do novo conselheiro. Porém, ontem à noite, já estava pronta a resolução, datada do dia 17 de fevereiro de 2009, informando que a lista, que deveria ser tríplice, será dúplice, e terá apenas os nomes dos auditores Iran Coelho das Neves e Joaquim Martins de Araújo Filho. Desta forma, ficam preteridos da disputa os procuradores Ronaldo Chadid, Terto de Moraes Valente e José Aedo Camillo.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".