Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MP denuncia 33 por desvio de recursos federais em AL

MP denuncia 33 por desvio de recursos federais em AL
02/08/2009 10:40 -


     

        AE

         

        Pelo menos 33 pessoas acusadas de envolvimento em esquema de desvio de recursos federais, especialmente do Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar (FNDE), destinados à compra de merenda escolar por prefeituras alagoanas, foram denunciadas pelo Ministério Público Federal em Alagoas e vão responder por oito crimes na Justiça.

        Foram atingidos os principais líderes da suposta quadrilha desbaratada pela Polícia Federal, na Operação Guabiru, desencadeada em 17 de maio de 2005, com a prisão de 31 pessoas, entre prefeitos, secretários municipais, assessores e servidores de instituições financeiras. Todos negam envolvimento no golpe.
        A denúncia foi oferecida à Justiça Federal em Alagoas depois que o processo da Guabiru, envolvendo inicialmente 54 pessoas, foi desmembrado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), em Pernambuco. Após o desmembramento, apenas nove ex-prefeitos - que na época da denúncia tinham foro privilegiado - continuam a responder pelos crimes no TRF5.

        Se a nova denúncia for recebida pela Justiça Federal, os indiciados responderão por crimes licitatórios, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, crime contra o sistema financeiro nacional, apropriação indevida de verbas e bens públicos, formação de quadrilha e falsidade ideológica.

         

         

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...