Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MP acusa André de propaganda antecipada

8 JUL 10 - 08h:08
lidiane kober

O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral, acusou o governador André Puccinelli (PMDB) por propaganda antecipada e dissimulada. Para o órgão, o Executivo divulgou “mensagens eleitorais travestidas de informações institucionais” no sítio eletrônico do Governo do Estado e em informativos sobre ações desenvolvidas em Corumbá, Jardim e região Norte e devidamente distribuídas nas respectivas cidades. Em sua defesa, Puccinelli alegou “mera publicidade institucional”, permitida até três meses antes do pleito.
Para a procuradoria, a conduta do governador afetou a igualdade entre os candidatos “na medida em que enalteceu as qualidades” de Puccinelli como administrador. Além disso, o órgão entendeu que houve “comparações administrativas que desbordariam o limite da discussão de temas político-comunitários”.
Com base na legislação eleitoral, o governador destacou cumprir dever de administrador público ao divulgar as ações do Executivo e negou propaganda antecipada. “...mera publicidade de atos e políticas adotadas, consoante prescrição constitucional do artigo 37...”, informou na defesa.
Para concluir o julgamento do caso, a procuradoria quer mais dados sobre o custo do informativo Prestando Contas: região Norte. Isso, levando em conta a necessidade de saber o valor da propaganda para eventualmente aplicar multa, já que as condenações têm por base o custo da publicidade. Puccinelli tem até hoje para apresentar o preço do informativo.

“MS Canta Brasil”
A Procuradoria Regional Eleitoral ainda opinou por negar pedido do governo para dar continuidade ao Projeto “MS Canta Brasil”, no período eleitoral. Estão agendas apresentações para 1º de agosto, 5 de setembro e 17 de outubro.
A decisão do órgão levou em conta a Lei 9.504/97 que “veda, nos três meses que antecedem o pleito eleitoral, a publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanha dos órgão públicos, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública...”.
Por reconhecer que o evento é predominantemente de caráter cultural, a procuradoria “entende pela possibilidade da continuidade do Projeto “MS Canta Brasil” nos dias supra mencionados”, desde que não ocorra a publicidade dos eventos no período que antecede o pleito de 2010.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MUDANÇA

Serviços sociais e conselhos tutelares atendem em novos números

Conselho Centro teve mudança no telefone, demais continuam os mesmos
Campo Grande registra aumento de casos de tuberculose
DOENÇA

Campo Grande registra aumento de casos de tuberculose

Comercial minimiza vantagem <br>sobre o Corumbaense
ESTADUAL

Comercial minimiza vantagem sobre o Corumbaense

Ministro da Saúde participa de entrega de duas UBS em Bandeirantes
MELHORIA

Ministro da Saúde participa de entrega de duas UBS em Bandeirantes

Mais Lidas