Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sexta, 15 de fevereiro de 2019 - 23h16min

Movimentos sociais desisitem de protesto depois de encontro com Lula

18 MAR 08 - 20h:49
     

Lívia Ferreira

 

Integrantes de movimentos sociais recuaram hoje de protestar na solenidade de lançamentos das obras do PAC depois que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aceitou recebê-los e assumiu o compromisso de continuar assentando famílias e repassando recursos aos assentados. Os movimentos temem que, com a troca de comando na superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Mato Grosso do Sul, a reforma seja interrompida.

Segundo Alexandre Costa, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Estado, assentados e acampados foram ao evento dispostos a protestar, com faixas e cartazes, contra a queda de Luiz Carlos Bonelli do comando do Incra de Mato Grosso do Sul. "Se a gente não fosse recebido, ia ser pauleira, a gente ia fazer protesto. Como o presidente nos atendeu, resolvemos recolher as faixas", disse Costa.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TRAGÉDIA

Funcionários da Vale são presos por rompimento de barragem de Brumadinho

BRASIL

União pagou R$ 565 milhões em dívidas atrasadas de estados em janeiro

TRAGÉDIA

Procuradoria defende júri popular para acusados por tragédia em Boate Kiss

TRAGÉDIA

Justiça determina que Vale retire animais das áreas de risco em Barão de Cocais

Mais Lidas