Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Movimento aeroportuário no carnaval deve ser 10% maior do que em 2013

Movimento aeroportuário no carnaval deve ser 10% maior do que em 2013
24/02/2014 21:00 - AGÊNCIA BRASIL


Cerca de 3,1 milhões de passageiros deverão embarcar e desembarcar nos 63 aeroportos administrados pela Infraero, durante o período de carnaval. O número representa um aumento de 10,3% em relação ao feriado do ano passado, quando 2,8 milhões de pessoas utilizaram os terminais da Infraero.

Os dados não incluem os terminais de Guarulhos (SP), Viracopos (SP) e Brasília (DF), concedidos à iniciativa privada.

Entre a próxima sexta-feira (28) e a quarta-feira de Cinzas (6), a Infraero vai acionar um plano de ação para manter a fluidez das operações nos terminais de passageiros, com reforço nas equipes de segurança e operações, por meio de remanejamento das escalas de trabalho, além do acompanhamento constante de equipamentos essenciais, como esteiras e pontes de embarque.

Nos saguões, funcionários vestidos com os coletes amarelos da campanha Posso Ajudar?/May I Help You? estarão à disposição para esclarecer dúvidas e orientar passageiros. Além do aplicativo Voos Online, que fornece a situação dos voos em 55 aeroportos brasileiros, a Infraero lançou o aplicativo Aeroperto, para smartphones, gratuito, que informa ao passageiro opções de atividades no aeroporto e na região, num raio de 20 quilômetros de distância.

No aeroporto de Brasília, administrado pela Inframérica, o movimento de passageiros durante o período de carnaval deve crescer 7% em relação ao registrado no mesmo período em 2013. A expectativa da empresa é de que circulem cerca de 40 mil passageiros por dia, com um total de 241 mil passageiros durante a semana de carnaval.

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.