Quinta, 14 de Dezembro de 2017

Motorista de caminhão admite que falava ao celular pouco antes de se chocar com passarela

29 JAN 2014Por R717h:15

O motorista do caminhão que provocou a queda de uma passarela na linha Amarela admitiu que falava ao celular pouco antes do acidente. Luiz Fernando da Costa disse ao delegado Fábio Asty, da 44ª DP (Inhaúma), que usou o telefone para se comunicar com um colega da firma. A ligação teve início no momento em que entrou na linha Amarela até a hora do acidente, disse o delegado.

Cinco pessoas morreram no desabamento da estrutura metálica na manhã de terça-feira (29). Câmeras de monitoramento da linha Amarela mostraram que o caminhão entrou na via com a caçamba abaixada e, pouco tempo depois, o compatimento começou a se levantar. A batida na passarela aconteceu na altura de Del Castilho, na zona norte do Rio.

A polícia investiga se o motorista Luiz Fernando Costa tinha conhecimento de que circulava com a caçamba suspensa. O motorista de um ônibus contou à polícia, em depoimento, que tentou emparelhar com o caminhão para alertar sobre o problema, mas não conseguiu.

Os corpos de quatro vítimas foram enterrados no começo da tarde desta quarta-feira (29). Uma quinta vítima, Luiz Carlos Guimarães, morreu na manhã desta quarta, após quase um dia internado.

Leia Também