Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Moto elétricas tem de ser registradas no Detran

10 JUL 10 - 20h:30
     

Desde quinta-feira (8), os proprietários de motos elétricas de Campo Grande já podem registrar o veículo no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS). O registro é possível por causa de um convênio assinado entre Detran e Agetran, para regularizar o registro de ciclomotores.

Para registrar o veículo ciclomotor, os proprietários deverão procurar o Detran-MS com os seguintes documentos: nota fiscal do veículo, documento de identificação e comprovante de residência do proprietário. Nos casos da moto elétrica, os proprietários terão que verificar se o veículo possui pré-cadastro no Registro Nacional de Veículos (Renavam). "Algumas motos elétricas foram importadas como brinquedos e nesse caso não há como fazer o registro como veículo", explica o diretor-executivo do Detran-MS, Francisco Libório Silveira.

Além da exigência do registro do veículo, o condutor da moto elétrica deve ser habilitado na categoria "A" ou possui uma Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC), que também é expedida pelo Detran-MS. Para ambas, o condutor deverá ter mais de 18 anos, saber ler e escrever, possuir Identidade, além de ser aprovado nos exames de aptidão física, mental, psicológica e avaliação escrita e prática do conteúdo do Curso de Formação de Condutores.

                Em caso de dúvidas, os usuários podem ligar para 154 para capital, (67) 3368-0500.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

POLÊMICA

Lei que cria gratificação para juízes e desembargadores é publicada

Medida aumentaria ganhos dos magistrados em 20%, o que dá quase R$ 8 mil
Acidente entre carro e caminhão mata homem de 39 anos na BR-163
RODOVIA

Acidente entre carro e caminhão mata homem de 39 anos na BR-163

MUDANÇAS

Publicada Reforma da Previdência de MS; novas regras valem em 90 dias

Casa de Leis aprovou ontem o texto da Emenda à Constituição Estadual
DECISÃO DO STF

Lei de MS que criou conta única para depósitos judiciais é inconstitucional

Justiça fica com juros que sobram após entregar dinheiro de indenizações e ressarcimentos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião