Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mortes violentas regridem pouco desde 2002

4 DEZ 08 - 12h:09
     
        Os óbitos por violência mostraram elevação crescente no país entre 1990 e 2002, regredindo um pouco até o ano passado, segundo mostra a pesquisa Estatísticas do Registro Civil divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa não detalha o tipo de causa de morte violenta, mas, segundo o IBGE, "entende-se que o mesmo esteja relacionado a homicídios, suicídios, acidentes de trânsito, etc".
        
        No Brasil, enquanto a proporção de óbitos masculinos relacionados a causas violentas em relação ao total de óbitos se elevou de 14,2% em 1990 para 16,2% em 2002, em 2007 essa proporção passou a ser de 15%. Entre as mulheres, segundo a pesquisa, essas proporções "se mantiveram praticamente estáveis ao longo de todo o período", em torno de 4%.
        
        
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Frente fria chega <br> na próxima quarta-feira
EM MS

Frente fria chega
na próxima quarta-feira

UFMS homenageia artistas de destaque para o Estado
CULTURA

UFMS entrega título Honoris Causa para artistas relevantes da região

Marun diz que vai continuar dando encaminhamentos na construção de ponte
ITAIPU BINACIONAL

Marun diz que vai continuar dando encaminhamentos

Autorizada licitação de obra da ponte sobre rio Paraguai, com início em 2020
PORTO MURTINHO

Autorizada licitação de obra da ponte sobre rio Paraguai

Mais Lidas