Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Mortes por gripe suína aumentam na Argentina

Mortes por gripe suína aumentam na Argentina
02/07/2009 08:00 -


     

         

         

Mais 17 pessoas morreram na Argentina por Influenza A (H1N1), segundo informou o país. Com esses casos, o total de óbitos passa para, pelo menos, 43. A Argentina é o país mais atingido pelo vírus A (H1N1) no Hemisfério Sul. De acordo com o ministro da Saúde, Juan Manzur, "entre 43 e 44 mortes" ligadas ao vírus foram confirmadas.

A Argentina ultrapassou o Canadá e é o país com o terceiro maior número de mortes por gripe suína, depois dos Estados Unidos com 127 óbitos registrados e o México, onde a epidemia foi descoberta pela primeira vez neste ano, com 116 mortes.

        Com informações da Agência Estado

Felpuda


Vêm aumentando que só os disparos de segmentos diversos contra cabecinha coroada que, até então, acreditava voar em céu de brigadeiro. O novo coronavírus chegou, ganhou espaço, continua avançando e atualmente tem sido o melhor cabo eleitoral dos adversários. A continuar assim, sem ações mais eficazes, o estrago político poderá ser grande. Observadores mais atentos têm dito que o momento não é de viver o conto da “Bela Adormecida”. Só!