Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SALDO TRÁGICO

Mortes nas estradas aumentaram, em média uma por dia

Mortes nas estradas aumentaram, em média uma por dia
30/12/2013 00:00 - DA REDAÇÃO


O ano de 2013 fecha com saldo trágico de pessoas que perderam a vida em decorrência de acidentes nas rodovias estaduais e federais, no território do Estado de Mato Grosso do Sul. Até anteontem (28), foram pelo menos 334 mortes, representando praticamente uma por dia. Conforme matéria publicada nesta segunda-feira (30) no jornal Correio do Estado, os dados se referem aos óbitos ocorridos no local. Há, ainda, pessoas que morrerem depois de socorridas, por isso, o número pode ser ainda maior.

A quantidade é bem superior a de 2012, quando o total de mortes nas estradas federais e estaduais chegaram a 292. As 334 deste ano (que ainda não terminou) representa um número 14% maior.

Do total de acidentes com óbitos, a maioria, 228, ocorreu nas rodovias federais, que recebem maior fluxo de veículos. Um dos últimos casos que gerou comoção em todo o Estado foi a colisão entre uma van e um caminhão, ocorrida na BR-267, no dia 17 deste mês, em que 11 pessoas morreram. Apenas nesta rodovia foram 49 mortes, a segunda com mais casos depois da BR-163, com 85 óbitos. A reportagem é de Laura Holsback.

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...