Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Ranking

Mortalidade infantil cai apenas 3,6% no Estado

15 DEZ 2010Por bruno grubertt05h:25

Mato Grosso do Sul apresentou, em análise dos índices de mortalidade infantil, uma das piores taxas de redução anual da mortalidade de crianças com menos de 5 anos. No entanto, o Brasil evoluiu nesse sentido e registrou queda de 57,9% menos mortes de crianças, no período de 18 anos, de 1990 a 2008.

Mato Grosso do Sul apresentou redução de 3,6%, ficando à frente, apenas, do  Amapá, que teve redução de 3,5%. Enquanto isso, os estados com mais evolução nesse sentido ficaram com médias de redução acima dos 5% — a melhor evolução, 6,5%, foi apresentada pelo Ceará.

O Ministério da Saúde comemorou a redução da mortalidade infantil no País e afirmou que o país deve antecipar em três anos o cumprimento do quarto Objetivo de Desenvolvimento do Milênio (ODM) — reduzir a mortalidade na infância para 17,9 óbitos por mil nascidos vivos.  O prazo estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para que os países atinjam a meta é 2015.

As causas da redução, segundo análise do ministério, são a melhora no estado nutricional das crianças brasileiras. Como também caíram os óbitos de crianças por doenças infecciosas intestinais e pneumonias nos últimos anos, o governo acredita que isso seja resultado das ações de controle dessas doenças realizadas em todo o País. (BG)

Leia Também