Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

estragos

Moradores “ilhados” no Panorama

14 JAN 2011Por Silvia Tada00h:00

Famílias do Jardim Panorama vivem a ameaça de ficarem "ilhadas" em suas casas devido às crateras causadas pela chuva, que deixam as ruas destruídas. Duas moradias localizadas na Rua Três Poderes já não têm mais rua lateral e o acesso fica restrito a pequenas áreas em frente às residências.

Cleiciane de Almeida Paulino vive com o marido, Everton de Oliveira Silva, em uma dessas casas, há cerca de três meses. "Morei por 10 anos nesta mesma rua. Antes da construção do Conjunto Oiti essa rua lateral não existia. Ela foi aberta junto com o residencial, mas não foi feita a drenagem e, a cada chuva, um pedaço da rua vai embora e o barranco vai aumentando", lamentou.

A moradora relatou que foi preciso comprar caminhões de entulho e aterro para colocar na frente e nos fundos da casa para evitar que a água chegasse até a residência recém-construída.

A vizinha, Maria Glória Timóteo está há sete meses morando no bairro e se preocupa com a situação. "Basta uma chuva fraca para a situação ficar cada vez pior. Daqui a pouco, vai atingir nossas casas; já reclamamos, mas nada foi feito", afirmou.

Pelo bairro, na tarde de ontem, marcas deixadas pela chuva eram visíveis, com o acúmulo de sujeira e buracos. A água desce, principalmente, do Bairro Noroeste e a enxurrada agrava-se pela falta de drenagem no Panorama.

Leia Também