Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

CONDOMÍNIO

Morador pode levar à Justiça problemas com barulho

12 JAN 2011Por INFOMONEY00h:01

Quem mora em condomínio e se sente prejudicado pelos barulhos causados pelos vizinhos pode acionar a Justiça para reaver os direitos. No entanto, segundo o diretor de condomínios e jurídico da Primar Administradora de Bens, Carlos Samuel de Oliveira Freitas, essa atitude deve ser tomada em último caso.

De acordo com Freitas, ao se sentir incomodado, o morador deve tentar primeiro uma conversa amigável com quem está provocando o barulho. Caso não dê resultado, o segundo passo é recorrer ao síndico, que deve exigir que as normas do condomínio sejam cumpridas.

"O síndico ainda pode apresentar soluções, advertir o morador barulhento e até multá-lo por infringir as normas", afirmou o coordenador.

Evitando conflitos
Ainda segundo Freitas, algumas medidas podem ser tomadas para evitar conflitos entre os vizinhos e assegurar o silêncio no condomínio.

"Colocar feltro nos pés dos móveis para não fazer barulho quando forem arrastados, procurar usar eletrodomésticos como aspirador e micro-ondas em horários adequados, não secar o cabelo com secador depois das 22 horas e colocar sapatos que façam muito ruído somente na porta, na hora de sair, são algumas dicas valiosas para não incomodar quem mora nos apartamentos próximos", aconselhou Freitas.

Para aqueles que moram próximos ao salão de festas, o coordenador de condomínios recomenda que o espaço seja revestido com espuma ou qualquer outro material que absorva o som ou que as janelas e portas sejam trocadas pelas antirruído.
 

Leia Também