ATENDIMENTO

Morador de rua ganha centro de assistência psicológica, jurídica e terapia ocupacional

Morador de rua ganha centro de assistência psicológica, jurídica e terapia ocupacional
28/08/2012 18:30 - DA REDAÇÃO


O prefeito Nelsinho Trad inaugurou hoje (28) o Centro de Referência Especializado de Atendimento a População em Situação de Rua “Cláudio Gilberto Botter”, que há um ano, quando foi criado, realizava o atendimento no prédio onde funciona o Centro de Triagem do Migrante (Cetremi), no Jardim Veraneio. Atualmente, cerca de 70 pessoas recebem assistência no local.

Localizado ao lado do Centro de Triagem do Migrante (Cetremi) que funciona como albergamento temporário, o Centro POP, coordenado pela Secretaria Municipal de Políticas, Ações Sociais e Cidadania (SAS), é uma unidade de referência e atendimento especializado à população em situação de rua e famílias com direitos violados, com o serviço de orientação e apoio sócio-familiar.

O local conta com uma equipe multidisciplinar com psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e advogados para atender a população de rua. 

As denúncias sobre qualquer pessoa vivendo na rua, que nesta época do ano está em condições mais vulneráveis por causa do frio, uso de drogas, entre outras situações, podem ser feitas nos seguintes telefones:

- Cetremi (adulto): 3341-2505

- Conselho Tutelar (crianças/adolescentes): 3314-6370/3314-6371

- Centro Pop /24 horas (adulto /crianças/adolescentes): 8405-9528

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".