CONSIGNADOS

'Monopólio' pode acabar em até <br> dois anos

'Monopólio' pode acabar em até <br> dois anos
30/06/2012 00:00 - VINÍCIUS SQUINELO


A briga judicial contra o monopólio do Banco do Brasil nos empréstimos consignados para servidores públicos estaduais em Mato Grosso do Sul ainda está longe de terminar. Mesmo com novo revés na Justiça, desta vez no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o BB deverá recorrer, e o processo chegar no Supremo Tribunal Federal (STF).

Última instância do judiciário brasileiro, o STF dará um ponto final à disputa, porém pode demorar para o processo ser votado. “Caso o Banco do Brasil realmente recorra, e o processo chegue ao Supremo, acredito que ainda demore uns dois anos para ser votado”, estimou Leonardo Avelino Duarte, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de MS (OAB/MS).

Leia mais no jornal Correio do Estado.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".