Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mistério envolve morte de adolescente na Capital

26 ABR 10 - 22h:14
Michelle Rossi e flávio paes

Mistério cerca a morte de uma jovem de 17 anos, Jéssika Lima, encontrada em sua casa na madrugada de ontem, sem nenhum sinal de violência física. Ao lado do corpo, segundo a polícia, foi encontrada pequena quantidade de substância “análoga” à cocaína. Jéssika morava no Bairro Cidade Morena, em companhia do pai.
Só daqui a 10 dias, quando o Instituto Médico Odontológico Legal apresentar o laudo toxicológico, é que todas estas suspeitas serão ou não confirmadas. A partir deste laudo é que a polícia vai determinar também qual o grau de envolvimento do namorado de Jéssika, Adriano da Costa Silva, 25 anos, que está desaparecido. Ontem ele não compareceu à delegacia para dar sua versão sobre o que aconteceu e até o início da noite ainda não tinha ido ao velório.
Por enquanto ele não é tratado pela polícia como suspeito, já que não há prova técnica de que tenha havido um homicídio. “Há versões contraditórias, de quem estava na casa de Jéssika quando a Polícia foi chamada para atender o caso. Uns disseram que o namorado a deixou em casa, o que se precisa esclarecer é se foi antes ou depois dela passar mal e falecer”, explica, Marília de Britto, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac).

Carro do namorado
Pouco tempo depois de a polícia ter ido à casa da estudante e a ter encontrado morta, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) localizou, por volta das duas da madrugada, um veículo Saveiro, abandonado na BR 262, próximo a Terenos.
No carro, o registro de nascimento de Jéssika e documentos de Adriano. No último dia 16, ele foi preso, depois de tentar fugir do cerco policial com esse veículo, sob acusação de estelionato.
Durante a tentativa de fuga, Adriano jogou para fora do carro uma bolsa com vários papéis, entre eles documentos falsos e verdadeiros em nome da adolescente, além de talões de cheques de diversos bancos e cartões de crédito de Jéssika. Depois de indiciado, o rapaz acabou sendo posto em liberdade.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Polícia investiga denúncia de criança estuprada por adolescente em associação de câncer infantil
CAMPO GRANDE

Mãe denuncia que filho foi estuprado por adolescente em instituição contra o câncer

Requalificação da 14 de Julho<br> já tem 85% das obras concluídas
REVIVA CAMPO GRANDE

Requalificação da 14 já tem 85% das obras concluídas

Adélio diz que esfaqueou Bolsonaro "após ouvir voz de Deus"
PRESO EM CAMPO GRANDE

Adélio diz que esfaqueou Bolsonaro "após ouvir Deus"

O primeiro robô brasileiro <br>com Inteligência Artificial, o Tinbot,<br> vêm à Campo Grande
TECNOLOGIA

O primeiro robô brasileiro com Inteligência Artificial, o Tinbot, vêm à Campo Grande

Mais Lidas