Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Missão elogia a sanidade animal do País

17 MAR 10 - 07h:19
O chefe da missão europeia, que inspecionou a cadeia da carne bovina in natura em Mato Grosso do Sul, entre outros estados, Joergen Alveen, disse que confia no Sistema Brasileiro de Inspeção Sanitária, na última segunda- feira, em Brasília. O grupo coordenado por ele avaliou fazendas e frigoríficos nas cidades de Batayporã e Naviraí, e ainda nos estados de Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul. “As visitas aos estabelecimentos habilitados (...) nos permitem concluir que o sistema dá garantias quanto ao registro, controle, identificação e inspeção dos animais e seus produtos”, afirmou Alveen, após reunião de análise dos dados obtidos nesses lugares. Os técnicos foram enviados ao Brasil pelo Escritório de Alimentação e Veterinária da União Europeia (FVO, na sigla em inglês), e permaneceram por 13 dias. No último dia 10, após a visita dos europeus a MS, o fiscal pecuário da Superintendência Federal da Agricultura (SFA/MS), Orasil Bandini, disse ao Correio do Estado que os técnicos ficaram satisfeitos com o que viram, e que o Estado continuará exportando. Entretanto, o temor ainda paira sobre a Zona de Alta Vigilância (ZAV), criada em 2008 para intensificar o combate à febre aftosa na fronteira com o Paraguai. Apesar de os pecuaristas pedirem o fim da exigência que, segundo eles, atrapalha os negócios, os europeus temem que a carne produzida em regiões não certificadas chegue às suas mesas. O Sistema de Identificação e Certificação de Bovinos e Bubalinos (Sisbov) também passou ileso pelo crivo dos representantes da União Europeia.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MS tem melhor saldo de empregos em julho desde 2012
CAGED

MS tem melhor saldo de empregos em julho desde 2012

Próximo ao Mercadão prédio deve entrar no Retrofit
HABITAÇÃO

Próximo ao Mercadão prédio deve entrar no Retrofit

QUEIMADAS

MS irá contratar 91 brigadistas para combater incêndio no Pantanal

Governo disse que pode fazer parceria com Exército
Sejusp estuda adoção do novo modelo de RG em Mato Grosso do Sul
MUDANÇA

Sejusp estuda adoção do novo modelo de RG em MS

Mais Lidas