ASILO

Missa marca entrega de ampliação do <br> São João Bosco

Missa marca entrega de ampliação do <br> São João Bosco
31/07/2012 00:01 - GABRIEL KABAD


Às 17h de hoje será realizada uma missa de ação de graças no Asilo São João Bosco, onde 31 empresários, que contribuíram com a obra, foram convidados para se reunirem em uma comemoração: a entrega da reforma e ampliação da ala feminina. A missa será feita pelo arcebispo da Arquidiocese de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa.

Conforme o responsável pela obra, padre Oralino Ranchin, a reforma da ala das mulheres ainda não acabou, porém, ela já será entregue. “Faltam algumas pinturas, por exemplo, mas vamos entregá-la mesmo assim”, afirmou.

A previsão inicial de gasto para a reforma era de R$ 900 mil, mas R$ 600 mil deram conta da obra. Os 31 empresários convidados para a missa dividiram em cotas iguais as doações e a reforma foi uma iniciativa do ex-arcebispo da Capital, Dom Vitório Pavanello.

Atualmente, o asilo possui 94 idosos - sendo a maioria homens. Agora, o asilo terá a capacidade de abrigar 150 pessoas. Segundo o padre Ranchin, existem cerca de 160 idosos esperando uma das vagas no asilo. “Nós verificamos a necessidade da pessoa para a escolha”, disse..

A ala masculina teve sua reforma há cerca de dois anos e esta atual reestruturação está sendo feita há mais de um ano. Quem administra o recanto é a Igreja Católica.
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".