Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

UFC

Minotouro é dominado por Phil Davis e perde na decisão unânime dos jurados

27 MAR 2011Por uol12h:36

O lutador brasileiro Rogério Nogueira, o Minotouro, não foi páreo para a revelação norte-americana Phil Davis e acabou derrotado por decisão unânime dos jurados no card principal do UFC Fight Night 24, na madrugada deste sábado, em Seattle, nos Estados Unidos, com 30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27.

Com a luta diante do brasileiro Minotouro, Phil Davis manteve a sua invencibilidade no UFC e alcançou a nona vitória consecutiva para assegurar seu status como uma das sensações atuais das Artes Marciais Mistas (MMA) no mundo.

Já o baiano Minotouro, de 34 anos, que em sua última luta havia sido derrotado por Ryan Bader, não conseguiu se recuperar na busca pelo cinturão dos meio-pesados do UFC.

Minotouro começou bem na defesa e durante o primeiro round conseguiu se desvencilhar dos ataques de Phil Davis, mas o norte-americano passou a desferir chutes certeiros e dominou a disputa. Um dos chutes acertou o queixo de Minotouro, lembrando um pouco o golpe que deu a vitória a Anderson Silva contra Vitor Belfort no UFC 127, mas sem nocautear o lutador baiano.

Após o domínio de Davis, Minotouro chegou a equilibrar a luta no segundo round, mas novamente viu o norte-americano tentar o ataque de todas as formas, tentando levar a luta para o chão e finalizar desferindo golpes no rosto do brasileiro, que resistiu bem ao final.

Mesmo com dicas do campeão Anderson Silva, Minotouro novamente foi dominado no terceiro round, sem conseguir entrar com bons golpes contra Phil Davis, que não conseguiu nocautear e aguardou a decisão dos árbitros para confirmar sua vitória contra o brasileiro na última luta do UFC antes de um intervalo de 36 dias.

Derrota brasileira também no card preliminar

Em outra luta envolvendo um brasileiro no UFC Fight Night 24, Mario Miranda entrou subiu octógono para enfrentar pelo card preliminar o norte-americano Aaron Simpson e também não conseguiu uma boa luta, sendo derrotado por decisão unânime dos árbitros, com 30 a 26, 30 a 27 e 30 a 27. Miranda havia perdido na luta anterior para o também brasileiro Demian Maia.

Leia Também