Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

governo dilma

Ministros liberam verbas para pagar suas propostas

26 AGO 2012Por terra10h:51

De acordo com reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo deste domingo, os ministros da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS), e do Trabalho, Brizola Neto (PDT-RJ), usaram suas pastas para pagar emendas parlamentares propostas por eles mesmos no Congresso, quando ainda eram deputados.

A reportagem cita ainda o Ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), que teria reservado uma fatia generosa de recursos destinados por seu ministério para agraciar, em ano de campanha, projeto apadrinhado pelo seu filho, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB-PE), candidato à Prefeitura de Petrolina. Os ministros negam favorecimento no rateio de verbas e dizem que a liberação e o pagamento de emendas são decididos pela Secretaria de Relações Institucionais da Presidência.

Segundo a publicação, Mendes Ribeiro já teria repassado R$ 1,2 milhão para emendas de sua autoria em 2012. O dinheiro foi repassado em maio para seis municípios do Rio Grande do Sul nos quais o ministro teve boa votação em 2010: Passa Sete, Segredo, Doutor Ricardo, Barros Cassal, Salto do Jacuí e Tunas; Brizola Neto teria liberado R$ 1,8 milhão para projetos apadrinhados pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, que disputa a Prefeitura de São Paulo; Bezerra Coelho já teria investido este ano cerca de R$ 4,6 milhões de emenda do filho. Bezerra Filho é o deputado mais contemplado com recursos de emendas específicas, pagas este ano pelo ministério comandado pelo pai.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também